GRANJA: ALEGANDO FALTA DE DINHEIRO PARA GASOLINA, PREFEITURA SUSPENDE COMBATE À DENGUE.


http://impactogranja.com/portal/wp-content/uploads/2012/05/Agentes-de-Endemias-com-equipamentos-costais_640-640x280.jpg
SECRETARIA NÃO TERIA COMO 
ABASTECER A MÁQUINA COSTAL (FUMACÊ)
A cidade de Granja, desde a última segunda-feira (07), está sem o serviço de combate à dengue, feito regularmente por agentes de endemias. Segundo informações a decisão teria partido da própria Secretaria de Saúde do Município, que alega não ter como pagar a gasolina das máquina costal (fumacê), equipamento usado (foto) para fazer o bloqueio do vetor da doença. A decisão teria revoltado os servidores envolvidos diretamente no programa de combate à dengue, e do Mal de Chagas, que também está prejudicado, pois além das máquinas costais, carros e motos também estão parados. Enquanto isso, os focos de dengue aumentam, sobretudo nos bairros periféricos da cidade. “Nosso temor é grande, pois além de combatermos a doença, também temos familiares aqui, e eles estão sob risco, caso os serviços não voltem a normalidade“, relata um servidor, que pediu sigilo com medo de represálias por parte da prefeitura. O curioso é que Granja, assim como as demais cidades, recebe recurso para manter o programa de endemias. Cadê esse dinheiro? Com a palavra, a Secretaria de Saúde.
fonte: camocim online

Comentários

Postagens mais visitadas