REDE GLOBO USA IMAGENS DO JOGOS PAN-AMERICANOS SEM AUTORIZAÇÃO

Ana Paula Padrão usou a bancada do "Jornal da Record" para fazer um ataque a sua ex-emissora, a Globo. O vídeo pode ser visto no site da emissora. A apresentadora reclamou que o canal dos Marinho desrespeitou os direitos de imagem do Pan de Guadalajara, exclusividade da emissora dos bispos, ao exibir imagens das competições sem autorização. A Globo não chega a ser citada, é tratada apenas como "uma emissora concorrente". Contudo, na reportagem, a Record chegou a mostrar as imagens exibidas no "Fantástico", nas quais apareciam Tadeu Schmidt, e do "Jornal Nacional", na qual Renata Vasconcellos é vista. O programa credita as imagens como sendo da OTI (Organização das Telecomunicações Ibero-Americanas). O repórter Luiz Gustavo levou as imagens para o comitê organizador do Pan, que disse não ter autorizado a exibição pela Globo. No final, Ana Paula diz que a Globo reconheceu o erro e que a agência APTN não informou que as imagens não poderiam ser usadas no Brasil. Também disse que a Record está à disposição para ceder as imagens, desde que sua logomarca seja mostrada. 


Globo culpa agência por exibição não autorizada do Pan
A Globo diz que a culpa de ter exibido imagens do Pan de Guadalajara, sem permissão, é da agência de notícias APTN. A Record, dona dos direitos de transmissão do Pan, suspeita que a concorrente tenha pirateado imagens do evento, uma vez que não pediu permissão a ela para usar as trechos no "Jornal Nacional" de sábado (15) e no "Fantástico" de domingo (16). A Globo, que é cliente da APTN, diz que as imagens foram cedidas pela agência, que só hoje descobriu que há restrições de exibição do Pan no México aqui no Brasil. A emissora não aceitou os trechos da competição oferecidos diariamente pela Record às emissoras abertas e fechadas. Procurada pela Folha, a APTN confirma que cedeu as imagens para a Globo e disse que tem os direitos de vender esses trechos do Pan. A Globo diz que recebeu um e-mail da APTN em que a agência "se desculpa por qualquer problema que possa ter causado" e esclarece que "tudo se deveu a um erro do detentor dos direitos", no caso a OTI (Organización de Telecomunicaciones Iberoamericana). A Globo exibiu no "Fantástico" imagens do Pan com os crédito de OTI e diz que seguiu orientações da APTN para isso. O problema é que a Record afirma que a OTI nada tem a ver com o Pan. A APTN também disse à Folha que não sabe porque a Globo exibiu imagens do Pan com crédito da OTI. Confuso? Vai ficar mais. A Record não pretende deixar a história de lado e vai notificar a Globo do uso indevido de imagens da competição. Hoje, o "Globo Esporte" mudou de tática: exibiu uma reportagem com competidores brasileiros feita no México, mas fora da Vila Pan-Americana de Guadalajara, onde também os direitos de imagem pertencem à Record. 





Fonte: Folha.com

Comentários

Postagens mais visitadas