NEGADO LICENÇA DO PREFEITO DE GRANJA ESMERINO ARRUDA



Ontem 19, Foi negado por 2/3 (dois terços) dos Vereadores presentes a licença do Prefeito Esmerino Arruda, conforme disposição constante na Lei Orgânica do Município de Granja. 


Tal fato gerou grandes discussões na votação do mesmo. Vale lembrar que o citado prefeito, procura não assumir às suas obrigações à frente da municipalidade, repassando-a a um gestor. Isto vem ocorrendo desde o início do seu mandato. Há que se questionar, portanto, a atitude do chefe do executivo municipal, uma vez que, ao deixar de assumir o seu cargo, ele não abdica de seus rendimentos como prefeito, transformando sua atitude num ato nefasto para a municipalidade, causando prejuízo ao erário público municipal, já que o município de Granja paga proventos a dois prefeitos (Esmerino e Hélio). Enquanto isso, os recursos públicos municipais e a população vão pagando a conta, sem direito a reclamações.
Para conseguir afastar-se do seu cargo, o prefeito vem reiteradas vezes, solicitando à Câmara a licença necessária para tanto. 
Ocorre que diante dos fatos, a mesa diretora daquela casa, resolveu por fim a essa situação, rejeitando com firmeza, a mais uma tentativa do prefeito em afastar-se do seu cargo e entregá-lo a um gestor.
Agora, compulsoriamente, ele deverá assumir suas funções à frente do município de Granja e expurgar de vez a figura do gestor naquela municipalidade.
Visto que não havia legitimidade na gestão do mesmo na prefeitura local, uma vez que o prefeito titular encontra-se apto e disponível a assumir suas funções. (parazinho in foco)     

Comentários

Postagens mais visitadas