PROTESTO LIDERADO POR CAMINHÕES DE PESCADO DE CAMOCIM INTERDITA DIVISA CE-PI


Ninguém vem pro Ceará, ninguém vai pro Piauí. Pelo menos as pessoas que escolherem transitar pela divisa entre os dois estados,  no trecho separados pela cidade cearense de Chaval, e a piauiense Parnaíba. É que desde às 10:00h deste sábado, dezenas de caminhões e caminhonetes que transportam pescados, das cidades de Camocim, Acaraú e outras da região, resolveram interditar a ponte que fica entre os dois estados da federação, próximo ao posto fiscal de Chaval. O protesto é em solidariedade aos caminhoneiros que tiveram suas cargas de pescado apreendidas na última quinta-feira (16), em uma operação realizada pelo Ministério da Agricultura, Polícia Rodoviária Federal e Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (Adapi). Na ocasião, quase 10 toneladas, entre camarão e peixe, foram apreendidos, sob alegação de que a documentação apresentada pelos caminhoneiros seria falsa. Sem maiores explicações, o pescado foi levado até um lixão, onde foi incinerado, causando revolta na população carente do Piauí, que poderia pelo menos ter recebido a mercadoria como doação. Tudo aconteceu rápido, não dando nem tempo para a defesa dos caminhoneiros. O protesto também está servindo para reivindicar a urgente ativação do terminal pesqueiro de Camocim, pois com isso o pescado sairia da cidade, beneficiado e com a certificação federal exigida por lei. 




Fonte: Camocim Online

Comentários

Postagens mais visitadas