GRANJA: SUPERFATURAMENTO E FRAUDES NO CARNAVAL 2012. 100 MIL REAIS PARA BARRACAS DE PLÁSTICO E PAPELÃO. DINHEIRO FOI PRA PARNAÍBA.


MAIS UMA DE HÉLIO FONTENELE. AGORA FOI NO CARNAVAL 2012.


No dia 16 de fevereiro, Hélio ordenou e pagou R$ 100.000,00 (cem mil reais) a uma única empresa dividindo em 4 pagamentos de R$ 25.000,00 para uma loja de eletrônica localizada em parnaíba, onde o mesmo reside e mora.

Pode se verificar no site do TCM, que os empenhos, em anexo, foram elaborados e quitados no mesmo dia.O mais grave é o objeto dos serviços, que foi instalação de 20 banheiros químicos e 40 barracas no beira- rio.
Conforme as fotos em anexo, é de fácil compreensão que as barracas eram de madeira de refugo, lona plástica e até de papelão. A lei de licitações diz que a partir de R$ 80.000,00 reais faze-se necessário realizar procedimento licitatório de tomada de preços. Pelo visto, nem carta convite foi realizada, e ainda cometeram fraude e fracionamento, ao dividirem em 4 parcelas de R$ 25.000,00 reais no mesmo dia, com o objeto idêntico para o mesmo fornecedor.
Além disso, a empresa é uma eletrônica, totalemente dissociada do serviço a ser executado. É muita competência para fazer tantos pagamentos ilegais e imorais, mais para comprar merenda escolar para as crianças e adolescentes de nossa cidade ( Granja ), não pode. Já se vão quase dois meses sem merenda escolar no município.

Até quando vamos conseguir conviver com tantos desmandos?


com informações do impacto granja


Comentários

Postagens mais visitadas