GRANJA: SECRETÁRIA DE SAÚDE JOCIKLE JÁCOME DESCONHECE A VERDADEIRA SITUAÇÃO DA CIDADE


SAM_1693A sessão da Câmara de Vereadores desta quarta feira  30 de Maio contou com a presença da Secretária da Saúde Dra. Jocikle Jácome  que prestou alguns esclarecimentos sobre a situação do sistema de saúde em Granja. Na oportunidade os vereadores Nicanor Angelim, Francisco Ézio e Pedro Bodega fizeram várias perguntas sobre a triste realidade em que vive o sistema de saúde em Granja.
Como todos sabem nosso município há anos vem se destacando como um dos piores índices em saúde do Estado do Ceará. Doenças epidemiológicas como, Dengue, Calazar, Tuberculose e outras se alastram por todo município há anos. Além  disso o município de Granja, há vários anos seguidos, possui os maiores índices em mortalidade infantil onde um dos fatores que contribui para isso é a falta de atendimento médico para com as nossas  crianças na faixa etária de 0 a 6 anos de idade. Em meio as indagações  feitas a Secretária Municipal da Saúde, os vereadores  Nicanor Angelim e Pedro Fontenele de Sousa criticaram o não funcionamento adequado de vários Postos do PSF  como é o caso do PSF das localidades de Paula Pessoa, estreito dos Martins e Dr. Privat.e que os mesmos estão abandonados  , como Ibuguassu , sambaiba, Ainda segundo o vereador Pedro Fontenele no PSF de Santa Terezinha não existe médico diariamente, como deveria ter, além de dentista para atender a população daquele lugar. Segundo Pedro Fontenele o PSF da localidade de Dr. Privat encontra-se em ruínas, abandonado, e que nestes 13 anos em que foi construído não vem prestando atendimento ao povo humilde de lá. Já o vereador Nicanor Angelim perguntou a Secretária o motivo pelo qual a direção do Hospital de Granja não é ordenadora das despesas daquela entidade, e sim o prefeito Hélio Fontenele, o que segundo o vereador isso é uma absurdo, pois se o diretor do hospital tivesse em mão os recursos financeiros ficaria mais fácil e mais eficiente a solução dos problemas urgentes que diariamente ocorrem ali, fazendo com que tudo funcionasse melhor.
O vereador Francisco Ézio alegou que antes mesmo da Secretária assumir o cargo, vem ocorrendo em Granja o mau uso do dinheiro público nessa área. Isso é visível á todos, pois se sabe o quanto o povo granjense sofre no momento que necessita de atendimento público se depara com aparelhos médicos quebrados, ambulâncias sucateadas. Recentemente um dessas ambulâncias pegou fogo em pleno estacionamento do hospital, justamente pela falta de manutenção adequada. E por falar em hospital, a revolta maior da população granjense é quando busca uma ficha ambulatorial. A maratona do povo começa cedo, enfrentando longas filas e tendo que aguardar a chegada do médico que na maioria não reside em Granja.
O certo é que o sistema de saúde em Granja é ineficiente, vergonhoso e dramático. Ou melhor. É conhecido como um dos piores em todo Estado do Ceará.
O que mais chamou atenção do grupo de vereadores que estava presente  foi o despreparo da falta de conhecimento da secretária, pois a maioria das perguntas dos parlamentares a mesma não sabia responder.
Como por exemplo, a secretária não soube responder qual índice de mortalidade infantil em Granja, por que o ministério da saúde suspendeu o repasse de recursos para Granja, por que não existe Material dentário nos consultórios.
O mais engraçado e curioso  foi a resposta da secretaria  soube a indagação dos vereadores a respeito do não cumprimento da carga horária  por diversos profissionais da saúde em Granja , tais como  o filho da vereadora Dr. Eurico Junior, e o medico  Dr. Juarez filho.
A secretaria respondeu que em alguns casos é preciso haver flexibilidade.
Quer dizer secretária que a população Granjese tem que ficar esperando a flexibilidade dos médicos e dentistas para serem atendidas?
Com a palavra o ministério  Publico de Granja.

Comentários

Postagens mais visitadas